5 dicas para cumprir (mesmo) as resoluções de Ano Novo.

Não basta ter força de vontade: tem que se planejar –e com detalhes.
No primeiro mês do ano, estamos com todo o gás para atingir os objetivos que traçamos para mudar de vida. O problema é que nem sempre essa disposição resiste ao passar dos meses. Mas tem uma maneira de garantir que as resoluções de Ano Novo saiam do papel. -confira a seguir.

Seja realista

Muitas pessoas se propõem metas ambiciosas demais na esperança de que, no novo ano, possam ser alguém totalmente diferente do que foram no anterior. Essa não é uma boa estratégia; é melhor definir metas realistas, que são mais fáceis de serem cumpridas. A dica é começar com um objetivo simples e depois partir para resoluções mais complexas. Um exemplo: comprometer-se a fazer duas ou três corridas curtas por semana e só depois colocar-se a meta de chegar aos 10 km. Em vez de definir metas de curto prazo, trace resoluções para alcançar resultados de longo prazo. “As mudanças acontecem com pequenos passos ao longo do tempo”, explica a psicoterapeuta Rachel Weinstein.

Atente para os detalhes

É fácil traçar uma meta; difícil é detalhar qual é o plano que seguiremos para cumpri-la. Por isso, em vez de simplesmente definir um objetivo, descreva com detalhes como você pretende chegar lá. Comprometer-se a ir à academia nas tardes de terça-feira e nas manhãs de sábado tem mais chances de dar certo do que simplesmente dizer “vou mais à academia”, segundo o professor Neil Levy, da Universidade de Oxford, na Inglaterra. Por isso, encare esse planejamento como uma etapa da sua resolução.

Procure apoio

Compartilhar suas intenções com outras pessoas é um ótimo combustível para a motivação. Quando tornamos nossos compromissos públicos, isso nos ajuda a manter o empenho para cumpri-los em vez de desistir pelo caminho. Segundo o filósofo John Michael, da Universidade Warwick, enxergar nossas resoluções como algo que é relevante para outras pessoas nos ajuda a manter o pique.

Supere o fracasso

Às vezes, manter a resolução fica muito difícil e as coisas começam a não dar certo. Em vez de desistir, tire um tempo para reavaliar essa meta, que obstáculos apareceram no caminho, que estratégias deram certo e quais não. Para manter a resolução mesmo depois de um fracasso, por que não tentar uma abordagem diferente? Uma simples correção de rota pode ajudar a voltar para a direção certa.

Tenha uma meta de longo prazo

As resoluções podem ser mais efetivas se forem alinhadas a metas de longo prazo, aponta a psicóloga comportamental Anne Swinbourne. Quem nunca demonstrou interesse pelos esportes, por exemplo, não vai virar um atleta de repente. “As pessoas que contam apenas com força de vontade falham”, afirma.

Fonte: Viva a Longevidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *